Paróquia Nossa Senhora da Conceição - Palmeira - Pr

Conclusões da Assembléia Paroquial

assembleia

A Assembléia Paroquial ocorreu no dia 06 de Novembro de 2010 no Salão Paroquial, com a presença do Pároco Pe. José Airton de Oliveira, o Vigário Pe. Mauro Cintra, várias lideranças da Paróquia e o povo em geral. No período da manhã, a assembléia iniciou-se com um momento de espiritualidade dirigido pelo Diácono Arnaldo Iurk, seguido de uma palestra apresentada pelo Pe. Mauro Cintra com o título Renovação Paroquial. Depois deu-se na seqüência o almoço. Na parte da tarde foram divididos os presentes em grupos conforme as comunidades em que participaram. Os Grupos discutiram sobre toda a caminhada percorrida no ano, fazendo seus apontamentos. Em seguida, reuniram-se todos novamente no salão paroquial e cada grupo expôs para todos, suas conclusões,  registrando os pontos positivos e negativos.Em vários momentos da exposição houve manifestações dos participantes, com opiniões, soluções e complementos em relação ao que foi dito pelos grupos. Finalizou-se a assembléia com a realização da Santa Missa na Igreja Matriz as 17:00 horas.

Depois de reunido todos os apontamentos prescritos pelas comunidades antes da assembléia e também  as   conclusões  dos  grupos , podemos concluir, resumidamente tudo que foi exposto, da seguinte maneira:

1 )   É preciso sair do estado de conserva, do comodismo e sentir-se Igreja, ser Igreja. Mas para que isso aconteça necessita-se de maior envolvimento e motivação para crescer e evangelizar, deixando de lado o sentido de obrigação ao realizar as atividades.

2 ) Vale a pena ressaltar que o testemunho de vida na convivência familiar, na comunidade e no trabalho é fundamental para que o evangelho seja anunciado e as graças de Deus atinjam as pessoas, fortalecendo assim, nossa missão de anunciadores da Palavra de Deus. Cativar e conscientizar a importância do dom da vida e o valor de ser cristão através do exemplo e do respeito ao ser humano.

3) Precisamos entregar-nos a favor do Reino de Deus por meio da oração e doação ,   encontrando o verdadeiro sentido de ser Igreja Missionária , utilizando assim, de maiores recursos financeiros na evangelização. Nos dias de hoje vê-se muito necessário a criação de um site para a Paróquia, para que a evangelização chegue aos jovens internautas e também sejam repassadas mais facilmente as informações e comunicados.

4) Também, é necessário melhorar a animação de nossas celebrações litúrgicas com cantos adequados; a criação da pastoral da acolhida e maior presença das lideranças nas formações que a paróquia oferece.    Seguir as orientações dos Documentos da Igreja para que sigamos em comunhão. Tornar mais presente em nossas comunidades os documentos da Igreja, como foi citado o Documento de Aparecida.

5) Nossa Paróquia necessita de uma base maior de lideranças responsáveis e com formação adequada, e que estejam abertas para as opiniões das pessoas, quebrando, assim, o individualismo e o autoritarismo.  Também, precisa-se incentivar novas lideranças para que hajam inovações, porém sem desprezar as antigas, deste modo seria interessante que as lideranças experientes acompanhassem as novas.

6) Deu-se destaque aos cursos de teologia e escola da fé que ajudam muito no aumento do conhecimento e da fé. Porém, é proposto que as lideranças procurem, também, tais formações.

7) Incentivar o dízimo, demonstrando o seu verdadeiro sentido de doação a Deus.

8) Vê-se a necessidade da realização de reuniões mais freqüentes de pastorais, setores e conselhos. Também, maior vínculo de união e comunhão entre comunidades e pastorais. Realizar divulgações dos trabalhos pastorais para que todos conheçam os trabalhos realizados e sintam-se chamados a fazerem parte. Também, tomar cuidado na montagem dos cronogramas festivos para que não coincidam as mesmas datas.

9) Com relação aos padres, colocou-se a necessidade da presença deles nas reuniões dos conselhos das comunidades, justificando que estes têm maior conhecimento para avaliar, logo, sabem o que é melhor para a caminhada cristã. Parabenizaram o Pe. José Airton pela comunicação através da rádio Ipiranga, com programas e informações, porém, gostariam que a rádio atingisse maior área de cobertura. Parabenizaram também o Pe. Mauro por seu trabalho a frente dos mais afastados e marginalizados.

10) Foi pedido que as inovações ocorressem mais devagar, pois, é um novo período que a paróquia está passando, logo, é necessário certo tempo para a assimilação das mudanças. Porém, tomou-se consciência que a mudança é necessária e causa impacto, por isso ocorrem críticas, mas que ela é fundamental para darmos continuidade em nossa caminhada. E há grande expectativa de que a evolução seja boa e bem sucedida.

Pe. José Airton de Oliveira

Pároco

João Geraldo Borges Junior

Secretário da Assembléia